sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

Mas que droga...


As drogas são substâncias naturais ou sintéticas que ao entrar no organismo causam alterações nas suas funções. Muitas pessoas associam o conceito de droga com substâncias proibidas e altamente viciáveis, mas elas estão mais presentes no dia-a-dia do que podemos imaginar. Por exemplo, uma das drogas mais consumidas do mundo é a cafeína, presente no café, chá e alguns energéticos. Elas estão há muito tempo presente na história da humanidade, havendo relatos de uso de álcool, maconha pelas antigas civilizações, ou da famosa guerra do ópio, derivado da Papoula .

Como foi dito, as drogas estão mais presentes na nossa vida do que muitos pensam, por isso mostramos a tabela abaixo,

O uso na vida de drogas de abuso na população brasileira

Maconha 6,9 %

Solventes e inalantes 5,8 %
Orexígenos (estimulantes do apetite) 4,3 %
Benzodiazepínicos (ca
lmantes) 3,3 %
Cocaína 2,3 %
Xaropes com codeína 2,0 %
Estimulantes (anfetaminas) 1,5 %
Opiáceos (remédios para dor derivados da morfina) 1,4 %
Anticolinérgicos 1,1 %
Alucinógenos 0,6 %

Barbitúricos 0,5 %
Crack 0,4 %
Esteróides (anabolizantes) 0,3 %
Merla (pasta de cocaína) 0,2 %




Fonte: OBID - Ano IV - Nº. 06 - Junho de 2005 - Secretaria Nacional Antidrogas


E destacamos os Orexígenos, estimulantes de apetite, Benzepirénicos, camantes, e os Opiáceos, que são remédios derivados da morfina para reduzir a dor. O exemplo clássico de um viciado em Opiácios é o Dr. House que abusa do uso do Vicodin, com a intenção de reduzir suas constantes dores na perna.

Classificação:

As drogas se classificam de acordo com o efeito causam, sendo elas:

Depressoras-
diminuem a atividade cerebral: álcool, tranqüilizantes, ópio e seus derivados, como a morfina e a heroína.

Estimulantes- aumentam a atividade cerebral: anfetaminas, a cocaína, e seus derivados, como o crack.

Perturbadoras- Fazem o cérebro funcionar de maneira diferente, muitas vezes com atividade alucinógena: Incluem a maconha, o haxixe, os solventes orgânicos (como a cola de sapateiro) e o LSD (ácido lisérgico).

Drogas com efeito misto - Combinam dois ou mais efeitos: ecstasy, metileno dioxi-metanfetamina (MDMA), que produz uma sensação ao mesmo tempo estimulante e alucinógena.


Para falar de todas as drogas existentes, dando explicações, o que é, e quais efeitos, com certeza levaríamos um bom tempo. Por isso irei postar apenas as mais conhecidas e utilizadas no Brasil.


Lança-Perfume-
“Lança lança lança lança lança seu olhar em mim..” (Jammil e uma noites)

Já foi febre nos salões em muitos do bailes de carnaval que seus pais ou avós freqüentaram, mas hoje em dia é considerado entorpecente pela vigilância sanitária. Ele é um solvente inalante introduzido no organismo através de aspiração por nariz ou pela boca. Como todo solvente é muito volátil, ou seja, tem grande facilidade de evaporação, ele pode ser inalado com facilidade. Estes solventes estão presentes em esmaltes, acetona, colas, tintas, benzina, propelentes, gasolina, removedores, vernizes, entre outros.

“Os efeitos os solventes vão desde um estimulo inicial, com muita excitação e aceleração das batidas cardíacas, até uma depressão, podendo também surgir processos alucinatórios. Eles afetam a respiração, causando a sensação de estrangulamento e asfixia.”


Chá de cogumelo “ Louco louco louco melo cogumelo zebu...”(Ventania)

Existe uma grande variedade de cogumelos alucinógenos, um deles é o Amanita Muscaria, que possui duas substâncias, o muscimol e o ácido ibotênico. Eles estimulam uns receptores do sistema nervoso central, por isso que os primeiros efeitos são a desorientação, falta de coordenação e sono, logo após há euforia intensa, distorção da noção de tempo e alucinações visuais. Esses efeitos são dependentes do estado psicológico da pessoa que está usando, sensibilidade, e personalidade, expectativa quanto aos efeitos serão pontos importantes no efeito alucinógeno.
Os sintomas físicos são dilatação das pupilas, suor excessivo, taquicardia e náuseas/vômitos.


LSD
- “Lucy in the Sky whit Diamonds…” (Beatles)

Sintetizado em 1937 por Albert Hoffman, químico alemão que estava trabalhando em busca de uma substância, derivada do acido lisérgico, que impediria o sangramento excessivo pós parto. O lsd é 300 mil vezes mais ativo do que a maconha, e há relatos de que a sua estrutura é encontrada em uma das substâncias utilizadas em um chá que as bruxas, em torno de 1400, tomavam. Com isso, existe uma suspeita de que os relatos que elas davam, jurando que poderiam voar e ver coisas, seriam alucinações geradas por esse chá.

Efeitos

- Alteração das percepções visual, gustativa, tátil, auditiva e olfativa
- Sensação anormalmente estranha de perda do limite entre o espaço e o corpo
- Sensação de que os sons podem ser vistos
- Sensação de pânico e medo
- Apreensão constante
- Reações psicóticas representadas por alucinações, delírio, grande labilidade afetiva, depressão psíquica
- Sensação simultânea de relaxamento e tensão, alegria e tristeza
- Sensação paranóide de poder voar
- Morte acidental
- Aparecimento de surtos de esquizofrenia
- Distúrbio da memória, reflexos exaltados
- Tremores corporais
- Náuseas, tonteira
- Parestesia (sensação pervertida de formigamento, arranhamento ou queimação da pele)
- Distúrbios visuais
- Perda do controle dos pensamentos
- Aumento da glicose no sangue e da freqüência cardíaca
- Elevação da pressão arterial e convulsão
(Fonte: Salvar o Filho Drogado, Dr. Flávio Rotman, 2ª edição, Editora Record)

Ecstasy “Ela é puro êxtase...” (Barão vermelho)

Inventado em 1914 em uma pesquisa para síntese de um antidepressivo. Começou a ser usado na Inglaterra e está atingindo os jovens de todo o mundo, principalmente os freqüentadores de Raves e Noitadas. Além de ser um remédio perigoso, o ecstasy dá ao usuário uma falsa sensação de felicidade, o que passa junto com o fim do efeito. Dessa forma o usuário tende sempre a utilizar essa droga.

“A droga pode provocar euforia, desinibição, ansiedade e intensa sensação de sociabilidade. Porém, existem casos onde os efeitos são exatamente ao contrário: ao invés de prazer, a pessoa pode ser tomada por uma sensação de paranóia e pânico, além de profunda depressão.”
O metabolismo do usuário fica acelerado, fazendo o corpo chegar até 40° de temperatura, assim o consumidor tem que ingerir muitos litros de água.
Esse calor pode gerar inúmeros problemas como convulsões, e até a morte.

Heroína “I have become comfortably numb.” ( Pink Floyd)

Muito popular entre os americanos, ela é produzida a partir de uma modificação química da morfina. Não se encontra aplicação médica da droga, tornando-a 100% clandestina. Outro fato curioso é que o usuário sempre necessitará de mais droga, já que o corpo acostuma com as quantidades utilizadas.

Efeitos

Imita a química natural do sistema nervoso, assemelhando-se à endomorfina (neurotransmissor)
A overdose da heroína pode provocar lesão cerebral
Aumenta a sensação de bem-estar
Estimula as células nervosas
Provoca intensa euforia
Provoca sono
Resulta em sonhos intensos
Gera sensação de paz e de fuga da realidade
Provoca reações alérgicas na pele, com coceira
Produz efeitos tranqüilizantes
Diminui a freqüência respiratória
Provoca queda da pressão sanguínea
Relaxa os músculos
Provoca lentidão nos reflexos
Provoca dificuldades na fala
Resulta em contração das pupilas
Provoca rubor nas faces
Diminui a libido e as relações sexuais se tornam raras
Gera dificuldade na ereção
Resulta em desorganização da vida escolar, familiar, afetiva e no trabalho
Gera o descuido com a higiene e a aparência
Provoca a diminuição da auto-estima

CocaínaShe don't lie, she don't lie, she don't lie” (Eric Clapton)

Uma das drogas ilegais mais consumidas no mundo, podendo ser cheirada, fumada, ou injetada. Ela é um psicotrópico, trabalhando no sistema nervoso central.
“As alucinações cocaínicas são terríveis: no início, um pouco de prazer, mas com o decorrer do tempo, o usuário pode ouvir zumbidos de insetos, queixando-se de desagradável cheiro de carrapatos; sente pequenos animais imaginários, como vermes e piolho, rastejando embaixo de sua pele, e as coceiras ou comichões quase o levam à loucura.”


O interesse nessa postagem é mostrar como funcionam alguns tipos de drogas, alertando aos jovens como as drogas atuam no organismo. Entendo que o conhecimento é de extrema importância para os jovens e seus pais.
As drogas mais conhecidas e utilizadas, que são a maconha, o álcool e o cigarro terão posts individuais, por isso nao foram abordadas mais especificamente neste texto.

Fontes:

http://www.antidrogas.com.br/

3 comentários:

thiagovidal disse...

porra ae
sensacional
me amarrei na historia de q algumas substancias do lsd faziam parte do chá q as bruxas tomavam e q talvez seja por isso q elas tinham alucinações e falavam q voavam d+ msm...
porra esse q é o bom
falar da parada contando uma historinha namoral assim
aiuhaiuhahuiahui me amarro
esse post sobre drogas tá digno de aparecer no blog do papo de homem
abração roberto!

Revolution disse...

Po mlk fico foda msmo
a parada eh tensa d+ as pessoas viajam com as paradas e o que se pensa que eh novo eh mais antigo do que se possa imaginar

SOU RESPONSÁVEL disse...

Roberto, kara teu blog é d+!
pois é te add no meu orkut, espero que tu me add, eu preciso te contar
uma coisa e preciso da tua ajuda também! Se tu poder entrar em contato comigo! por favor!